skip to content

Avaliação Socioeconômica

A Avaliação Socioeconômica é o instrumento utilizado para identificar o perfil socioeconômico do estudante, no âmbito de sua família, a fim de caracterizá-lo como público-alvo dos programas de assistência estudantil da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). O objetivo da avaliação é a classificação socioeconômica dos estudantes de graduação e de pós-graduação stricto sensu (que não tenham bolsa de mestrado ou de doutorado), ambos na modalidade presencial, nas categorias A, B, C, D ou E previstas na Resolução CUNI/UFOP nº1380, de 26 de abril de 2012.

Para classificação socioeconômica dos estudantes nas categorias A, B, C, D ou E, são utilizados os seguintes indicadores socioeconômicos da família:

  • renda familiar bruta mensal per capita;
  • bens patrimoniais, status ocupacional;
  • tipo de residência da família;
  • situação de residência do estudante e;
  • procedência escolar do estudante.

Para maiores informações acesse a Portaria PRACE 013/2015 que aprova os critérios e procedimentos para realização da avaliação socioeconômica.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES:

 

Como solicitar a análise socioeconômica?

O procedimento para solicitar a análise socioeconômica é bem simples. A seguir, os passos para solicitar a análise socioeconômica:

01 - Questionário → A solicitação da análise socioeconômica é feita pelo estudante, a qualquer momento, a partir do preenchimento do questionário on-line conforme instrução abaixo:

Como solicitar NOVA avaliação socioeconômica?

O estudante poderá solicitar nova avaliação socioeconômica quando:
a) por término do prazo de validade da avaliação;
b) por alteração na condição socioeconômica;
c) por indeferimento.

Normas e recomendações

Estão relacionadas abaixo as normas e recomendações aplicáveis a Avaliação Socioeconômica:

Resolução CUNI 1380 - Regulamenta os Programas de Assistência Estudantil
Portaria PRACE 012/2015 - Regulamenta
Portaria PRACE 013/2015 - com alterações do anexo 01 prevista Portaria 035-2016
Portaria n. 035-2016 - altera anexo 01 da Portaria 013-2015